Tinta térmica é capaz de reduzir até 60% de energia elétrica utilizada para a refrigeração de ambientes e temperatura em até 20% 

NASA desenvolveu uma tinta à base de água e microesferas ocas de vidro, que juntas são capazes de reduzir a temperatura do ambiente e o gasto de energia dentro de lugares com pouca circulação de ar.

Inicialmente, o projeto foi desenvolvido para ser aplicado em aeronaves espaciais. Porém, ela acabou se tornando uma alternativa barata e eficiente para ser comercializada também em lojas de construção. A tinta já é vendida nos EUA desde o ano passado e tem ficado cada vez mais popular.

A tecnologia é mais uma alternativa sustentável para preservar os recursos naturais como água e energia elétrica, indispensáveis para o funcionamento de ar condicionado, podendo até substituir o poliuretano, material derivado do petróleo utilizado na maioria das obras de isolamento térmico e que custa até 50% mais caro que a tinta.

tinta-termica-telhado

O material pode ser aplicado em qualquer superfície, tendo um efeito maior quando aplicado em telhados, pois é a parte mais atingida por raios solares. Telhados revestidos com a tinta térmica são capazes de reduzir até 60% de energia elétrica utilizada para a refrigeração de ambientes.

A tinta térmica já está à venda no Brasil, pela empresa WC Isolamentos, que importa a tecnologia dos Estados Unidos. Segundo o diretor da empresa, Walter Crivelente Ferreira, o produto diminui até 84% da radiação no telhado. “Se o local for bem ventilado, a sensação térmica no ambiente interno se torna agradável, sem precisar de ar condicionado”, garante.