Quando vamos comprar frutas, legumes ou verduras, a primeira coisa que fazemos é escolher os alimentos mais bonitos, antes de levar para casa, não é mesmo? É assim com quase todo mundo, mas você já se perguntou o acontece com os alimentos considerados “feios” e que ninguém compra?

O fato de serem “feios” ou não, de nada interfere no que realmente importa, a saúde que esses alimentos proporcionam para gente. Esse costume de escolhe-los pela aparência contribui com o desperdício de comida, afinal, se ninguém compra, eles estragam e vão para o lixo.

A fim de chamar a atenção dos consumidores para esses produtos e reduzir o desperdício, alguns estabelecimentos no país estão oferecendo descontos de até 30% em itens considerados imperfeitos.

O Extra foi um dos supermercados que aderiu a ideia, oferecendo um desconto de até 20% de desconto na compra de limões, laranjas, pimentões, chuchus, batatas, abobrinhas e tomates.

 

 

Outra rede famosa a implantar o projeto foi o Carrefour, batizado de “Únicos” duas lojas em São Paulo oferecem até 30% de desconto nos produtos: abobrinha italiana, batata, berinjela, beterraba, cebola, cenoura, chuchu, laranja pêra, maçã gala, pepino e tomate.

 

Foto: ®Andre Conti

 

Outra iniciativa bacana vem do Fruta Imperfeita, que entrega semanalmente frutas e legumes vindos diretamente dos produtos. Basta assinar um dos pacotes disponíveis no site, e receber semanalmente ou quinzenalmente, uma cesta cheia de alimentos considerados imperfeitos. Eles também possuem cestas avulsas para quem quer experimentar o serviço.