plastico-biodegradavel

 

Existem dois tipos de plásticos biodegradáveis: o feito por matérias primas vegetais renováveis e os plásticos feitos do mesmo derivados de petróleo que o plástico comum, mas com aditivos que deveriam servir para acelerar sua decomposição. Deveriam…

 

De acordo com um estudo realizado pela Universidade Estadual de Michigan, nos EUA, o plástico com aditivos, que deveriam servir para atrair micróbios que se alimentariam do plástico, teve o mesmo tempo de decomposição que o plástico comum.

 

Foram três cenários diferentes: como se estivessem enterrados num aterro sanitário, em condições anaeróbicas; enterrados em solo por três anos; e misturados com adubo.

 

Os plásticos testados foram lâminas PET, que acabam se tornando garrafas de refrigerante, por exemplo, e polietileno de baixa densidade, usado para fabricar sacos plásticos.

 

Os autores concluíram quem “não foram encontradas evidências de que esses aditivos promovem e/ou melhoram a biodegradação dos polímeros PE ou PET”, em pesquisa publicada no Environmental Science and Technology.

 

Vale lembrar que, em 2013, outro estudo já tinha apontado na mesma direção: plásticos biodegradáveis derivados de petróleo possuem desempenho inexpressivo. Ou seja, ao comprar itens plásticos que serão descartados, dê prioridade aos plásticos feitos com matéria prima renovável, como os de cana de açúcar.

 

Via Gizmodo