E se alimentos frescos pudessem ser fornecidos gratuitamente, e não apenas como uma mercadoria cara? Foi pensando em tornar isso possível que o Swale foi desenvolvido.

Realizado através da colaboração de alguns artistas norte-americanos, engenheiros náuticos, arquitetos paisagistas, jardineiros, educadores, estudantes e a Guarda Costeira dos EUA, o Swale é uma floresta flutuante aberta ao público, onde moradores de Nova York poderão visitar e ter acesso a diversos tipos de alimentos gratuitamente.

O plano é implantar o Swale no maior número de cais possíveis em Nova York, um mês de cada vez, começando em junho no rio Hudson e New Rochelle. O complexo contará com mais de 80 tipos de alimentos, entre os produtos disponíveis para o público estão framboesas, mirtilhos, mamão, beterraba, acelga, rúcula, alho-poro, alcachofras, entre outros.

floresta-flutuante-produzira-alimentos-gratuitos-a-populacao-de-nova-iorque-02

Para cultivar sua produção, o Swale vai usar principalmente a água da chuva, mas também fará uso de água do próprio rio. Para isso, a água passará por uma dessalinização e purificação para retirar os contaminantes químicos e biológicos presentes nela.

“Com o Swale, estamos mais pertos de tornar nossa cidade menos dependente das cadeias de fornecimento em grande escala, com pouca prestação de contas. É uma chamada à ação, uma visão do que a cidade de Nova York do futuro poderia ser. Ao reunir grupos de diferentes origens, vamos criar um ambiente que trabalha em conjunto para encontrar novas ideias e respostas para a segurança alimentar.”

floresta-flutuante-produzira-alimentos-gratuitos-a-populacao-de-nova-iorque-03

Segundo os idealizadores, o Swale diz será capaz de servir até 300 pessoas por dia, durante quatro dias por semana. Além disso, a barca vai sediar as atividades da comunidade e eventos artísticos, como apresentações, tutoriais e discussões.