Com um copo de água da torneira e duas colheres de sal de mesa é possível ter iluminação por 8 horas.

 

lampada-de-agua-e-sal

 

A The SALt Lamp foi desenvolvida pelos irmãos engenheiros Aisa Mijeno e Raphael Mijeno, a fim de ajudar habitantes das ilhas de Filipinas que não possuem eletricidade. A lâmpada movida à água de torneira e sal de mesa é uma fonte de luz eficiente a um custo acessível, com isso é possível substituir as lâmpadas de querosene e velas utilizadas como alternativa para iluminação.

Utilizar a lâmpada todos os dias e com manutenção adequada dará a ela uma vida útil de seis meses, se utilizada apenas como uma fonte de luz alternativa poderá durar por mais de um ano.

Além de sustentável, a lâmpada não possui componentes infláveis, evitando o risco de incêndios. Ela utiliza a tecnologia de células galvânicas, alterando os eletrólitos para uma solução não tóxica, solução salina.

A SALt também não emite gases nocivos, tornando-a ainda mais amiga do meio ambiente. Em casos de emergência pode ser utilizada para carregar Smartphone, basta conectar um cabo USB. Ela também pode ser operada por água do oceano, sem interferir em seu tempo de funcionamento, de 8 horas.

lampada-movida-a-agua-e-sal

A principal inspiração para a criação da lâmpada foram os habitantes que vivem no topo das montanhas das ilhas de Filipinas, nos quais a maioria não tem acesso à eletricidade e utilizam lâmpadas de querosene que são as causas de incêndios, problemas oculares e doenças pulmonares.

the-salt-lamp

Fonte: SALt