Feito apenas de garrafas PETs e papelão ele pode ser muito eficiente, sem gastar um quilowatt sequer e você mesmo pode fazer o seu.


 

Os aparelhos de ar-condicionado consomem boa parte da energia elétrica de uma residência, por esse motivo nem todos têm condições de arcar com um custo tão alto para manter um sistema desse em casa.

Para oferecer uma pequena melhora na qualidade de vida de seu país, Bangladesh, o inventor Ashis Paul criou um ar-condicionado que funciona sem eletricidade. Feito apenas de garrafas PETs e papelão ele pode ser muito eficiente, sem gastar um quilowatt sequer.

Chamado de Eco-Cooler, ele funciona a partir de um princípio simples de troca de ar. Além de poder ser feito em qualquer lugar do mundo e por qualquer pessoa, ele colabora para que garrafas plásticas inutilizadas ganhem um novo fim.

 

Como fazer o ar-condicionado sem uso de energia:

A fabricação inicia-se com a preparação do papelão, que deve ter o tamanho da abertura da janela a ser instalado. Com o papelão já cortado, desenhe círculos com a mesma circunferência da boca da garrafa e depois recorte-os.

 

ar-condicionado-de-garrafa-pet-1

 

Cada buraco da chapa de papelão será ocupado por uma garrafa. Para isso, elas devem ser cortadas ao meio, cerca de 4 dedos do fundo, ficando como uma espécie de cone.

 

ar-condicionado-de-garrafa-pet-2

 

A ponta da tampa também devem ser cortadas, deixando apenas a parte em que são rosqueadas.

 

ar-condicionado-de-garrafa-pet-3

 

Fixe as garrafas no papelão e depois rosqueie as tampas, feito isso o ar-condicionado já pode ser instalado no local a ser refrigerado.

 

ar-condicionado-de-garrafa-pet-4

ar-condicionado-de-garrafa-pet-4

 

Não deixe frestas laterais para a passagem do ar, pois o resfriamento se dará justamente pelo fato de o ar entrar por uma abertura maior e ser exalado por uma abertura menor.

 

ar-condicionado-de-garrafa-pet-6

 

Como funciona o ar-condicionado sem eletricidade

O vídeo de divulgação do Eco-Cooler explica qual é o conceito por trás da ideia. O ar quente entra na garrafa pela parte traseira. Quando passa pela parte menor, o gargalo, é comprimido e fica mais frio. Dessa forma, o interior da residência onde está instalado é refrigerado. O efeito é imediato e pode reduzir a temperatura em 5 ºC.

 

 

O ar-condicionado foi criado em Daulatdia, um vilarejo onde a maioria das pessoas pessoas vivem sem eletricidade em casinhas feitas de lata, onde o calor chega a atingir 45ºC. Graças a companhia internacional de comunicação Grey Group que assumiu o projeto, o ar-condicionado está sendo produzido e instalado de graça em diversas aldeias pobres do país.

O Eco-Cooler é uma boa ideia tanto para melhorar a qualidade de vida de comunidades carentes, quanto para preservar o meio ambiente. Dar destino útil para materiais que demoram a se decompor, como o plástico, evita lixo acumulado em aterros.